Grupo José Mello de Saúde poupou dinheiro ao Estado
A Católica Lisbon School of Business and Economics avaliou a gestão das parceria público-privada nos hospitais de Braga e de Cascais
Grupo José Mello de Saúde poupou dinheiro ao Estado
A Católica Lisbon School of Business and Economics avaliou a gestão das parceria público-privada nos hospitais de Braga e de Cascais
  • Partilhe
Grupo José Mello de Saúde poupou dinheiro ao Estado

A parceria público-privada do grupo José Mello de Saúde no Hospital de Braga poupou ao Estado cerca de 150 milhões de euros entre 2011 e 2015. O valor foi calculado pelo Centro de Estudos Aplicados da Católica Lisbon School of Business and Economics que avaliou a gestão do estabelecimento hospitalar a pedido do grupo num estudo intitulado Value of Money da Parceria Público Privada do Hospital de Braga.

No Hospital de Cascais a poupança foi cerca de 17,5 milhões de euros anuais entre 2012 e 2015, segundo outro estudo intitulado Value of Money da Parceria Público Privada do Hospital de Cascais.
 

Junte-se aos nossos fãs.
SÁBADO, pense por si

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Enviar o artigo: Grupo José Mello de Saúde poupou dinheiro ao Estado
Comentários

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 664
19 a 25 de Janeiro
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
120591 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.