CGD quer baixar spread do crédito à habitação
O banco do Estado financiou-se esta semana e tem agora mais liquidez para diminuir o preço do crédito hipotecário
CGD quer baixar spread do crédito à habitação
O banco do Estado financiou-se esta semana e tem agora mais liquidez para diminuir o preço do crédito hipotecário
  • Partilhe
CGD quer baixar spread do crédito à habitação

A Caixa Geral de Depósitos foi ao mercado financiar-se, colocando mil milhões de euros com uma taxa reduzida, o que lhe permitirá ter ofertas de financiamento mais atractivas. As empresas são a grande aposta, mas o crédito à habitação também será apoiado.

"O nosso foco está na actividade produtiva, nas empresas e PME e exportadores. Mas também apoiamos o crédito hipotecário. É evidente que este nível de financiamento vai permitir-nos sermos mais competitivos nos créditos hipotecários", explicou o administrador financeiro da CGD ao Negócios. O banco estatal tem um spread mínimo de 2,5% nos empréstimos à habitação O máximo, aplicado aos empréstimos com maior risco, chega aos 5,65%.

Junte-se aos nossos fãs.
SÁBADO, pense por si

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Enviar o artigo: CGD quer baixar spread do crédito à habitação
Comentários

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 664
19 a 25 de Janeiro
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
120447 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.