Homens da Luta: "O Ronaldo paga a crise" (vídeo)
Grupo esteve na ilha da Madeira, onde gravou o seu mais recente vídeo, em que CR7 é a personagem principal
Homens da Luta: "O Ronaldo paga a crise" (vídeo)
Grupo esteve na ilha da Madeira, onde gravou o seu mais recente vídeo, em que CR7 é a personagem principal
  • Partilhe
Homens da Luta: "O Ronaldo paga a crise" (vídeo)
Os Homens da Luta estiveram na ilha da Madeira, onde gravaram o seu mais recente vídeo, em que CR7 é a personagem principal.

Intitulada ‘O Ronaldo Paga a Crise', a música pretende brincar com a fortuna do jogador do Real Madrid e a dupla Jel e Falâncio chega mesmo a pedir ajuda ao craque português para superar a crise.

"Ronaldo, com o que ganhas lá no Real dava p'ra pagar o buraco nacional" e "Oh Cristiano, já que és filho da Madeira, manda lá um dinheirinho para as nossas carteiras", são versos cantados pelos Homens da Luta, que representaram Portugal no último Festival da Eurovisão.


Homens da Luta: "O Ronaldo paga a crise" (vídeo)

Junte-se aos nossos fãs.
SÁBADO, pense por si

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Enviar o artigo: Homens da Luta: "O Ronaldo paga a crise" (vídeo)
Comentários

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 639
28 de Julho a 3 de Agosto de 2016
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
101622 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.