Recriámos o primeiro encontro de José e Pilar (vídeo)
"Ui, isto é outra coisa", disse o escritor quando conheceu a mulher
Recriámos o primeiro encontro de José e Pilar (vídeo)
"Ui, isto é outra coisa", disse o escritor quando conheceu a mulher
  • Partilhe
Recriámos o primeiro encontro de José e Pilar (vídeo)
Por Inês Alves, imagem de Bruno Vaz e fotos de Marisa Cardoso

Eram cerca de 16h00, do dia 14 de Junho de 1986, quando José Saramago e Pilar del Río se encontraram pela primeira vez no Hotel Mundial, na Praça do Martim Moniz, em Lisboa. Pilar queria conhecer Saramago. O escritor aceitara. Ela era jornalista. Ele achou piada à ideia.

Seguiram depois para o Cemitério dos Prazeres, onde estava o túmulo de Fernando Pessoa – Pilar tinha acabado de ler ‘O Ano da Morte de Ricardo Reis’ – e por último passaram pelo Mosteiro dos Jerónimos. Foi um dia pouco romântico, contou Saramago a Miguel Gonçalves Mendes anos mais tarde. Falaram sobretudo da morte e do livro do escritor.

Mas, “à parte da grande ansiedade que Saramago diz ter sentido e que partilhou comigo, sei pouco sobre esse dia. Saramago contou-me que percebeu logo que a vida dele nunca mais seria a mesma a partir dali. A Pilar era especial”, refere Gonçalves Mendes, realizador do documentário ‘José & Pilar’, que agora foi pré-seleccionado para os Óscares na categoria de Melhor Filme Estrangeiro.

O realizador viveu durante quatro anos com o casal, em Lanzarote, sentou-se à mesa com eles – “A Pilar era, e é, uma excelente cozinheira”, conta –, viu Saramago escrever – “Ele não tinha nenhum ritual. Só escrevia duas páginas por dia e se a inspiração lhe faltava saía para beber algo” – e gostava sobretudo de lhes fazer perguntas, para compreender “este mistério que é a vida” e assim poder realizar o filme.

“Saramago não acreditava na alma gémea. Dizia que isso era uma ideia romântica, que amava a Pilar, mas também tinha amado outras mulheres. Acreditava sim que apenas 10% de nós era efectivamente nosso. Os restantes 90% construía-se a partir da relação com os outros”.

A SÁBADO falou com Miguel Gonçalves Mendes sobre o primeiro encontro entre a jornalista e o escritor, a relação deles e o filme que permitiu ao público conhecer a intimidade do casal. A 24 de Janeiro saberemos se a candidatura de ‘José&Pilar’ foi aceite. Até lá, o realizador e o público vivem na expectativa.

Recriámos o primeiro encontro de José e Pilar (vídeo)

Junte-se aos nossos fãs.
SÁBADO, pense por si

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Enviar o artigo: Recriámos o primeiro encontro de José e Pilar (vídeo)
Comentários

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 643
25 a 31 de Agosto
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
101622 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.