Sou uma besta
Pronto, agora vão querer saber porquê, não é? Pronto, é da maneira que vão ter de ler o texto até ao fim
0
Sou uma besta
Pronto, agora vão querer saber porquê, não é? Pronto, é da maneira que vão ter de ler o texto até ao fim
  • Partilhe
0
Sou uma besta
Confissão: eu sou uma besta. Pronto, agora vão querer saber porquê, não é? Pronto, é da maneira que vão ter de ler o texto até ao fim.

Não sei se já perceberam pelo título desta crónica, mas eu estou numa missão para a SÁBADO: correr uma maratona. A prova é dia 12 de Maio, e ando a treinar todas as semanas afincadamente para que estas perninhas de alicate aguentem os 42,195 quilómetros. Esta é uma história óptima para impressionar pessoas. A sério que sim. Vale a pena correr uma maratona, nem que seja para um dia poder dizer-se numa conversa qualquer “ah, mas eu já corri uma maratona - e cheguei ao fim”. Ui, isto dá uma moral que nem imaginam (eu também não sei como é, porque o máximo que consegui dizer foi “meias-maratonas já corri várias”, mas depois há sempre alguém que brinca com a palavra “meia” - “ui, meia, eu só aguento meia” - e saio sempre diminuído da conversa). Mas uma maratona é diferente. Não tem atrelada a tal palavra “meia”. É uma coisa que quase nos transporta para o universo dos super-heróis, dos artistas do circo do Soleil ou daqueles putos que dão saltos mortais na via pública, tudo gente com capacidades heróicas.
Não, não é por eu dizer estas coisas que eu sou uma besta. Já lá vamos.

Quando eu conto aos meus amigos que me estou a preparar para uma maratona, o mais normal (depois da admiração de que já falei) é virem perguntas como “então e o que é que eu tenho de fazer para um dia conseguir correr também distâncias grandes?”. E pronto, é aqui que eu sou uma besta. E sou uma besta porque não consigo compreender que haja gente com um peso normal, sem problemas de saúde, sem condicionalismos, que tenha como objectivo correr cinco quilometrozinhos de seguida. Tenham juízo! Cinco quilómetros?! Mas isso é corrida? Quanto muito é um aquecimento, ou coisa parecida.

Mas não é só por isto que sou uma besta. É que eu digo estas coisas, mas depois faço outras ainda piores. É que aplico estas teorias idiotas aos meus treinos.

Normalmente, eu recomeço as minhas corridas no início do Inverno, depois de um ou dois meses de descanso. E quando volto a correr, é logo à bruta, como se tivesse continuado a treinar todos os dias do ano. Sou pessoa para estar parada durante três meses e um dia lembra-se e vai correr 12 quilómetros. Pronto, claro que no dia seguinte não me consigo mexer, mas combato isso correndo 15 quilómetros. E assim sucessivamente.

Bom, mas a ideias desta crónica era ser uma coisa didática para as pessoas que querem aprender a preparar-se para uma maratona. E até agora só leram disparates. Mas vamos fazer assim: para a semana é que é. Para a semana vou começar a contar tintim por tintim como é que estou a preparar-me para a maratona de 12 de Maio, ok? Digam lá que não tem uma grande pinta dizer que se vai correr uma maratona? Ui.
Partilha o artigo
Enviar o artigo: Sou uma besta
Comentários

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 587
30 de Julho a 5 de Agosto
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
69498 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.