Sapatos de palhaço corrompem GNR
Sociedade
Sapatos de palhaço corrompem GNR
Sociedade
  • Partilhe
Sapatos de palhaço corrompem GNR
Roupa, chinelos, biquínis, dinheiro e até uns sapatos de palhaço. Os cinco militares que pertenciam à GNR de Vila do Conde receberam entre 2011 e 2012, segundo a acusação, de tudo um pouco para "fecharem os olhos" às ilegalidades cometidas pela comunidade chinesa, na zona da Varziela. Ontem, no início do julgamento em Matosinhos, foram ouvidos dois militares.

"O dono do armazém apenas não me levou dinheiro pelos sapatos de palhaço porque aqueles estavam rotos e precisavam de uns pontos", disse Pedro Cardoso, que está ainda acusado de ter desviado malas contrafeitas, que depois vendeu por 750 euros.

No banco dos réus sentam-se ainda Márcio Gonçalves, Paulo Pinto, Rui Silva e Carlos Paralvas. Estes dois últimos chegaram a ser comandantes no posto.

Os arguidos têm entre os 26 e os 43 anos e estão todos em liberdade. "Nunca me deram nada de graça. Fui aos armazéns comprar roupa com a minha namorada e paguei. Nunca usei o facto de ser GNR para receber seja o que for", garantiu o militar Márcio Gonçalves, que negou ter recebido 300 euros de um comerciante. O arguido admitiu, no entanto, que tanto ele como Carlos Paralvas jantaram com um empresário chinês. "Foi um jantar normal, falámos de caça e de futebol. No final ele pagou, mas eu não queria. Dei-lhe 50 euros e ele atirou a nota para o chão", disse o militar, que foi aconselhado por uma das juízas a escolher melhor as pessoas com quem costuma jantar.

Na próxima sessão serão ouvidos os outros militares. Entre eles está Rui Silva, que segundo a acusação não fiscalizou um bar em troca de um show lésbico.

Junte-se aos nossos fãs.
SÁBADO, pense por si

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Enviar o artigo: Sapatos de palhaço corrompem GNR
Comentários

nas redes
Segue Sábado.pt
Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição n.º 664
19 a 25 de Janeiro
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media, uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
nas redes
amigos
120348 amigos
Dispositivos
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.