"Se um hambúrguer tivesse 2% de cavalo não é coisa para causar nojo", diz sócio do h3 (áudio)
Sociedade
0
0
"Se um hambúrguer tivesse 2% de cavalo não é coisa para causar nojo", diz sócio do h3 (áudio)
Na terça-feira de manhã, o jornalista autor do artigo da SÁBADO sobre os vestígios de ADN de cavalo encontrados num hambúrguer do restaurante h3, encontrou-se com os três sócios administradores no escritório do grupo, em Lisboa. A conversa com Albano Homem de Melo, António Cunha Araújo e Miguel Van Uden foi gravada com o conhecimento de todos os intervenientes. 

Sobre o facto de os testes realizados pela ASAE terem acusado positivo, o sócio Albano Homem de Melo disse: “Não vamos diabolizar os resultados. Se apareceu alguma percentagem também não é uma... coisa que possa causar nojo às pessoas. Se um hambúrguer tivesse 2 por cento [de carne de cavalo], por exemplo."
Partilha o artigo
Enviar o artigo: "Se um hambúrguer tivesse 2% de cavalo não é coisa para causar nojo", diz sócio do h3 (áudio)
Comentários

Comentários
Nome *
Email *
Localidade *
Anónimo
O seu comentário *
Está a submeter o seu comentário a esta notícia através do IP . Como não tem o login efectuado, o seu comentário está limitado a 300 caracteres e será alvo de moderação, pelo que não será publicado de imediato. Se comentar depois de efectuar login, beneficia de um conjunto de funcionalidades exclusivas para leitores registados.
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente.

Revista SÁBADO
Assine a revista SÁBADO
SÁBADO versão Epaper
A minha conta SÁBADO
Edição nº 566
5 de Março a 11 de Março
Copyright ©
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução, na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da PRESSELIVRE - Imprensa Livre, S.A., uma empresa Grupo Cofina Media SGPS, S.A..
Obrigado por ler a SÁBADO
;)
     
     
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login
Caso não esteja registado no site do Record, efectue o seu registo gratuito.