Você está em:Multimédia / Vídeos

Vídeos

BAFTA

'Estado de Guerra' vence óscares britânicos

22-02-2010

'The Hurt Locker - Estado de Guerra' dominou os BAFTA, prémios de cinema que são considerados os óscares britânicos, vencendo nas categorias de Melhor Filme e Melhor Realização. Kathryn Bigelow tornou-se a primeira mulher a receber esse último prémio, sendo cada vez mais previsível que venha a repetir a proeza na cerimónia dos Óscares, marcada para 7 de Março.

Na entrega dos BAFTA, que decorreu na noite de domingo, Bigelow disse que dedicava o prémio "à necessidade de nunca desistirmos de encontrar paz". 'Estado de Guerra', que mostra a vida de soldados norte-americanos no Iraque pós-Saddam, também obteve uma importante vitória do outro lado do Atlântico: foi considerado o melhor argumento original pela Guilda dos Argumentistas Americanos, enquanto 'Nas Nuvens' foi o melhor argumento adaptado.

Nos prémios britânicos houve duas importantes vitórias 'caseiras', pois Colin Firth foi o Melhor Actor pela sua interpretação de um homossexual em crise existencial em 'Um Homem Singular', enquanto Carey Mulligan foi considerada Melhor Actriz pela sua adolescente rebelde em 'Uma Outra Educação'.

Christoph Waltz, o austríaco revelado enquanto nazi poliglota de 'Sacanas sem Lei', e Mo'Nique, mãe cruel de uma adolescente obesa e vítima de incesto em 'Precious', receberam os prémios de Melhor Actor Secundário e de Melhor Actriz Secundária. Já a revelação do ano, eleita pelo público, foi Kristen Stewart, pelo filme de vampiros 'Lua Nova'.

Numa cerimónia em que o príncipe Guilherme e a actriz Uma Thurman entregaram um prémio de carreira a Vanessa Redgrave, o maior derrotado foi 'Avatar'. Apesar de estar nomeado para as categorias principais não foi além dos BAFTA de Melhores Efeitos Visuais e de Melhor Direcção Artística.

Deixar Comentário

comentários

Galerias de vídeos





Notícias

Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.