Você está em:Multimédia / Vídeos

Vídeos

Itália

Membro da máfia morto com tiro certeiro

30-10-2009

O Ministério Público de Nápoles, no sul de Itália divulgou, esta quinta-feira, um vídeo que mostra um homem a ser assassinado, em pleno dia, por um membro da Comorra, a máfia local.

De acordo com a polícia, a vítima foi identificada como Mario Bacio Terracino, de 53 anos, o qual possuia ligações à máfia, sendo um especialista no assalto a bancos. Os agentes da autoridade acreditam que o homicídio foi um acerto de contas entre membros do crime organizado. As imagens, recolhidas por uma câmara de videovigilância, mostram o crime ocorrido no dia 11 de Maio, em frente de uma loja no bairro de Sanità. No vídeo de 25 segundos, a vítima aparece em frente de uma loja quando dois homens passam.Um segue em frente e outro, o autor dos disparos, entra na loja.

O homem que entra na loja vê algumas prateleiras e sai pouco depois, puxa de uma pistola e dispara contra a cabeça de Terracino. Com a vítima já no chão, o assassino coloca-lhe a pistola na nuca, dispara mais um tiro, saindo do local de forma tranquila.As imagens são agora divulgadas numa tentativa de encontrar alguém que consiga reconhecer o assassino.

Médicos alemães duvidam da segurança da “Pandemrix”
 
A Associação Médica Alemã (BAK) desaprova a utilização de “Pandemrix” em crianças e grávidas por considerar que não existem testes suficientes que confirmem a segurança da vacina. “A vacina contém elementos que são completamente desconhecidos. Quanto mais componentes existem numa vacina, maiores são as probabilidades de existirem efeitos secundários”, considera a associação. Esta opinião é partilhada por vários pediatras, virologistas e outras organizações médicas do país.
 
A Alemanha é já o terceiro país a mostrar reservas sobre a utilização da vacina que foi aprovada pela Agência Europeia do Medicamento para os Estados-membros da União Europeia. Apesar dos receios, a “Pandemrix” está a ser utilizada para todas as pessoas, excepto para crianças com menos de seis meses. Estas recomendações foram feitas pelo laboratório que produz a vacina (a Glaxo), que confirma que não foram feitos testes clínicos em crianças com menos de três anos, nem em adolescentes dos dez aos 17 anos.  

Deixar Comentário

Por favor faça Login/Registo para comentar este artigo.

comentários

Galerias de vídeos





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.