Você está em:Multimédia / Vídeos

Vídeos

Propaganda

A paródia que irritou os nazis (vídeo)

13-02-2013

Um vídeo britânico de propaganda, com Hitler e as tropas SS a dançar, deixou Goebbels fora de si

No final dos anos 30 havia uma dança muito popular nos Estados Unidos chamada ‘Lambeth Walk’. Na base estava uma canção do musical ‘Me and My Girl’ que falava de uma rua de Londres.

Os dançarinos andavam para a frente e para trás, dando pontapés no ar e fazendo gestos com os braços, como se estivessem a marchar.

Em 1940, um oficial dos serviços de informação britânicos montou um vídeo a que chamou ‘Lambeth Walk - Nazi Style’. O seu nome era Charles A. Ridley.

Pegou em excertos de um filme de propaganda nazi de 1934, realizado por Leni Riefenstahl e intitulado ’s ‘Triumph of the Will’ (‘O Triunfo da Vontade’) e, com a música, montou um vídeo onde parecia que os soldados nazis e Hitler estavam a dançar a ‘Lambeth Walk’.

A piada era ainda maior porque um membro do Partido Nazi tinha denunciado publicamente esta dança em 1939, após se ter tornado muito popular em Berlim. Disse ele na altura que se tratava de “saltos animalesco e perversos dos judeus”.

Conta-se que o ministro da Propaganda de Hitler, Joseph Goebbels, saiu irritadíssimo a correr de uma sala de projecção após ver o vídeo.

O historiador Erik Barnouw acrescenta que a resistência dinamarquesa costumava entrar nas salas de cinema, na Dinamarca ocupada pelos nazis, e obrigar os projeccionistas a passar o filme.

O Ministério da Informação britânico distribuiu o filme às empresas noticiosas da época, que acrescentavam os seus próprios comentários à imagem.

Esta é uma versão de 1942, divulgada pela Universal Studios, e a que deram o título de ‘Gen. Adolph Takes Over" (general Adolfo toma posse).

Deixar Comentário

Por favor faça Login/Registo para comentar este artigo.

comentários

Galerias de vídeos





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.