Você está em:Multimédia / Fotografias

Vídeos

Mauritânia

Mulheres engordadas à força na Mauritânia

05-03-2013

Por Rita Garcia

São obrigadas a comer quantidades desumanas de comida. Acredita-se que assim as mulheres ocupam mais espaço no coração dos maridos


Oretiro forçado acontece habitualmente durante as férias escolares ou na estação das chuvas, quando há mais alimentos. Todos os anos, milhares de raparigas das zonas rurais da Mauritânia são enviadas para campos de engorda onde as obrigam a ingerir quantidades exageradas de comida e bebida. Se se queixarem, são torturadas. Se vomitarem, têm de voltar a comer tudo outra vez.

Estes métodos fazem parte do leblouh, uma tradição ancestral que consiste na ingestão excessiva de alimentos para provocar um aumento significativo de peso. O costume teve início na era dos almorávidas, quando o território era habitado por tribos nómadas de mouros guerreiros para quem a gordura era sinónimo de riqueza.

As mulheres dos homens mais bem-sucedidos competiam entre si para ver quem era a mais obesa e exibiam as suas estrias como sinais de opulência. 

Carregue na foto seguinte para continuar a ler.

Deixar Comentário

Por favor faça Login/Registo para comentar este artigo.

comentários

segunda-feira, 6 de Maio de 2013 - 12:16

Escreva um título

apenas outra versão da obsessão ocidental com o peso

Galerias de fotografias





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.