Você está em:Multimédia / Fotografias

Vídeos

África do Sul

Polícia massacra mineiros em greve (vídeo)

17-08-2012

Por Correio da Manhã

No momento do tiroteio, mais de uma centena de polícias, acompanhados por viaturas blindadas, colocavam barreiras para impedir o avanço de milhares de mineiros em greve na mina de platina de Marikana, a maior da empresa Lonmin na África do Sul. Mas um grupo terá aparentemente surpreendido os agentes, avançando por um flanco desprotegido. Supostamente em pânico, os polícias dispararam várias rajadas de metralhadora, causando um massacre que traz à memória os tempos do apartheid.

"O número que temos é de 36 mortos", afirmou hoje o secretário-geral do NUM, Frans Baleni, em declarações a uma rádio local.
O Ministério da Polícia sul-africano também informou hoje que os confrontos causaram a morte a mais de 30 pessoas, admitindo que este "número continuava a aumentar, uma vez que muita gente ficou ferida".
Um balanço avançado também hoje pelo Ministério da Saúde regional apontava para 25 mortos.
Estas mortes somam-se aos 10 mortos em confrontos entre mineiros de dois sindicatos rivais registados desde domingo no mesmo local, onde centenas de grevistas reclamavam aumentos salariais.

Quando cessou o tiroteio, jornalistas presentes no local fotografaram lanças e paus junto dos cadáveres dos grevistas, mas nenhuma arma de fogo.

Carregue na fotografia seguinte para ver as imagens (VÍDEO no final da fotogaleria).

Deixar Comentário

Por favor faça Login/Registo para comentar este artigo.

comentários

Galerias de fotografias





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.