Você está em:Multimédia / Fotografias

Vídeos

Sociedade

Morreu o estilista António Augustus

20-04-2014

Criador português morreu na madrugada de domingo, dia 20. Veja as reacções à sua morte

Por A.P.A/C.C., Correio da Manhã

O conhecido estilista português António Augusto, criador da marca Augustus, de 64 anos, morreu na madrugada deste domingo, dia 20 de Abril, num hospital de Lisboa, onde se encontrava internado há uma semana com prognóstico reservado devido a doença prolongada.

António Augusto Loureiro Ferreira nasceu no dia 7 de Junho de 1949, na Figueira da Foz. Ainda em criança mudou-se com a família para Angola, onde mostrou gostar de desenhar e confeccionar roupas e começou a fazer peças de vestuário apenas por passatempo. O costureiro apostou na sua formação em Paris, França, e em Londres, Reino Unido.

Depois regressou a Angola, começando a fazer vestidos para a mãe e as amigas. Em 1973, deu o primeiro grande passo da sua carreira com a abertura de uma loja Augustus na capital angolana, Luanda. Augustus foi obrigado a regressar a Portugal em 1975.

A paixão pela moda nunca o abandonou e o estilista português reabriu uma nova loja da sua marca em Lisboa, em 1976. Dois anos mais tarde, António Augusto abriu o seu próprio ateliê de moda na capital portuguesa, destinado à classe mais alta da sociedade. Aqui, Augustus criava peças de vestuário e de alta-costura com a sua assinatura. Adepto de ações inovadoras, António Augusto apresentou pela primeira vez em 1979 uma coleção sua num avião da TAP e, dez anos mais tarde, repetiu a iniciativa.

Reacções à morte de António Augustus

A morte do estilista apanhou os amigos de surpresa. "Vai fazer muita falta, mas deixa um legado muito importante no mundo da moda em Portugal", afirmou ao 'Correio da Manhã' a estilista Fátima Lopes, amiga de longa data de Augustus. A criadora descreveu-o como "um colega e amigo mas sobretudo uma boa pessoa e um profissional de excepção".

Fátima Lopes destacou também o facto de António Augustus ter tido "uma carreira longa, como poucos". A designer de moda confessou que o estilista foi o único a desejar-lhe boa sorte, para o seu primeiro desfile em Paris. "Acompanhámos-nos um ao outro em termos profissionais e pessoais", finalizou.

Outro amigo, o cantor Luís Represas, mostrou-se bastante surpreendido com a morte de Augustus, com quem tinha uma relação “muito simpática e afável”, disse o músico ao 'Correio da Manhã'. “Era muito novo e tinha muita coisa para dar”, lamentou. Luís Represas destacou ainda a importância que o estilista teve na internacionalização da moda portuguesa. “Ajudou a mostrar que era possível fazer boa moda em Portugal.”

Também Lili Caneças prestou uma pequena homenagem ao amigo António Augustus. Através das redes sociais, Lili escreveu: "Augustus, descansa em paz".

Deixar Comentário

comentários

Galerias de fotografias





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.