Você está em:Multimédia / Fotografias

Vídeos

Dinheiro

Russo quer pôr a Kima nas lojas gourmet de Moscovo

30-08-2014

O refrigerante açoriano escapou ao embargo russo a alimentos da UE. Konstantin Kazban quer vê-lo nas lojas gourmet de Moscovo

Por Raquel Lito

À mesa de um restaurante na ilha de São Miguel, serviam-se queijos da região e cataplana de peixe. Um menu banal para os açorianos, mas exótico para Konstantin Kazban, pouco habituado a tanta variedade nas ementas de São Petersburgo. O empresário russo, de 44 anos, estava de férias mas não conseguia abstrair-se do potencial de negócio do refrigerante de maracujá que lhe serviam nos Açores. Primeiro fixou-se no rótulo da garrafinha verde: tinha ingredientes naturais? Sim. Depois deu o primeiro golo: a acidez e o açúcar estavam na medida certa? Nem mais. Teve uma ideia: que tal convertê-lo num produto gourmet? Até o nome soava vagamente a russo!

Chama-se Kima e é uma bebida típica produzida pela Melo Abreu – fábrica de cerveja a funcionar em Ponta Delgada desde 1893. Nas ilhas, é a antítese do conceito gourmet. Vende-se em qualquer tasca ou café, a cerca de 50 cêntimos a garrafa pequena, e tem um consumo tão vulgar quanto a bica no continente.

Konstatin começou as negociações logo nesse almoço, com aquele que viria a ser seu intermediário: o operador turístico Alexander Plesov, de 29 anos, com nacionalidade russa e portuguesa. Alexander acompanhou-o na refeição porque representava a agência de viagens destinada a promover os Açores como destino turístico na Rússia. Estava em sintonia com o empresário: também sonhava exportar produtos açorianos para o país de Vladimir Putin, que actualmente está a sofrer sanções económicas da União Europeia e dos Estados Unidos por causa do conflito na Ucrânia, e que reagiu na semana passada boicotando a entrada de produtos alimentares destes países.

Carregue na foto seguinte para continuar a ler.

Deixar Comentário

Por favor faça Login/Registo para comentar este artigo.

comentários

Galerias de fotografias





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.