Você está em:Multimédia / Fotografias

Vídeos

Desporto

Gary Hunt: “Bati com o peito na água”

25-07-2014

Jantei com os atletas na véspera de saltarem de um dos picos mais altos do ilhéu de Vila Franca do Campo, nos Açores. Um deles revela-me o maior susto e a estratégia para ganhar

Por Raquel Lito

Gary Hunt, 30 anos, é o típico britânico pálido, magro e tímido [na foto com a jornalista]. Com 1m75 e 68 quilos, ninguém diz que dentro de poucas horas irá desafiar as alturas, num salto de plataforma de 28 metros (o equivalente a nove andares) a uma velocidade de 85km/h. Lá em baixo tem o Oceano.

A noite de quinta-feira está amena, prevendo-se bom tempo para o início da competição, no dia seguinte, num dos picos mais altos do ilhéu de Vila Franca do Campo, nos Açores – “um dos novos paraísos mundiais do Cliff Diving”, segundo a organização, Red Bull. Ou seja, saltos arriscados, que só alguns – poucos, menos de 100 a nível mundial – conseguem fazer.

Entre os 11 atletas desta etapa, que decorre este fim-de-semana, Gary leva algum avanço no currículo: ganhou o Red Bull Cliff Diving durante três anos (2010, 2011 e 2012). Prepara-se com rigor, com treinos diários de duas horas, numa piscina em Paris. Tem uma alimentação saudável e, entre uma garfada do jantar, interrompido pela SÁBADO, repete constantemente uma palavra: concentração.

Para enfrentar o medo, “o maior desafio da modalidade”, admite, no momento do salto pensa em algo positivo: “No efeito do sucesso quando chego à água.”

Como “saltador de elite”, como chamam aos praticantes mais experientes, Gary já sofreu um acidente. Foi em 2010, em Itália. “Fiz uma rotação insuficiente no salto. Bati com o peito na água e durante um mês não pude treinar.”

Carregue na foto seguinte para ler mais da reportagem nos Açores.

Deixar Comentário

Por favor faça Login/Registo para comentar este artigo.

comentários

Galerias de fotografias





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.