Você está em:  Viagens / Luang Prabang

A antiga capital do Laos

Alojada num pequeno vale, onde o rio Nam Khan se encontra com o grande Mekong, surge Luang Prabang, que foi em tempos a capital do Laos. Hoje é uma cidade pequena e pacata, com pouco mais de 100 mil habitantes. O estatuto de património mundial atesta a riqueza arquitectónica e a confluência de diferentes estilos: vilas coloniais francesas recuperadas ao lado de imponentes mosteiros budistas.
 
Pela aurora, os monges, vestidos de laranja e de cabelo rapado, caminham em procissão pelas poucas ruas. Os costumes locais dizem que nunca se deve apontar e que, quando se visita um templo budista, deve ter-se o cuidado de ficar sentado com os pés para trás, para não ficarem dirigidos para as imagens de Buda.
 
Na rua principal pode-se visitar o antigo Palácio Real. Até 1975, quando os comunistas tomaram o poder, Luang Prabang era a capital do reino e, no palácio, ainda se pode ver o quarto da família real tal como foi deixado. Ao entardecer é possível assistir a um espectáculo de dança clássica tradicional, no Teatro de Ballet Real, nos jardins do palácio. Durante anos, esta companhia dançava a Phra-Lak Phra-Lam, versão laociana do poema sagrado Ramayana. Banida em 1975, foi restabelecida em 2002. Há espectáculos à quarta-feira, sexta-feira e ao sábado (a 5 euros). À noite, as ruas enchem-se de comerciantes que tentam vender o artesanato das minorias locais.
 
Luang Prabang é também um excelente ponto de partida e/ou chegada para um passeio de barco no Mekong, rio de águas nem sempre facilmente navegáveis – as monções aumentam o caudal. Em grande parte do ano, é possível navegar até à capital do Laos, Vienciana. Mas um pequeno trajecto de meio dia, rio acima, já permite conhecer alguma da paisagem mais rural, grutas repletas de pequenas estátuas de Buda ou aldeias onde ainda se faz papel de forma artesanal.
Numa dessas aldeias até se pode ficar a conhecer o método local para fabricar whisky de arroz. Estes circuitos custam cerca de 10 euros e os barcos podem ir até às cascatas, onde se tomam grandes banhos.
 
COMO IR
De avião. O voo da TAP, com escala em Amesterdão e Banguecoque, custa 2.500 euros. O aeroporto fica apenas a dois quilómetros do centro.
 
QUANDO IR
Entre Novembro e Março, quando o caudal do Mekong está cheio, mas as chuvas da monção já serenaram.
 
ONDE FICAR
Na Lao Wooden House, vila construída para um membro da família real e, entretanto, remodelada para a hotelaria. Um quarto adaptado ao estilo ocidental custa 50 euros.

O QUE COMER
Algumas das especialidades como a sopa agridoce aw lam e a condimentada pele de búfalo jaew bong. Como a cidade de Luang Prabang reúne alguns dos melhores restaurantes do Laos, é o sítio ideal para provar a cozinha tradicional.
 
O QUE COMPRAR
Quase todo o tipo de artesanato local, têxteis típicos das tribos ancestrais, bijutarias ou peças de seda mais modernas, no mercado central. Luang Prabang é talvez o melhor sítio do Laos para se fazer compras.

Pesquisa Viagens





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.