Você está em:Dossiês

Vídeos

Bastidores

O sádico que matou o corajoso

01-10-2014

É um homem que fala como se estivesse a recitar poesia, que parece compreender o mundo com toda a sua beleza e injustiça, e que tanto discorre sobre a essência da vida como fala de um tomate bem temperado que comeu no Minho

Por Dulce Garcia 

Ricardo Silva, historiador e investigador especializado em História Contemporânea de Portugal, com diversos trabalhos publicados na imprensa portuguesa e na espanhola, acredita que o acaso é, muitas vezes, crucial para chegar a uma boa história. Esta que hoje publicamos, e que ele assina, começou dessa forma, num pequeno arquivo entre Salamanca e Madrid, onde, numa vasta lista com nomes de portugueses que combateram durante a Guerra Civil Espanhola, surgiu um que logo lhe chamou a atenção: Casimiro Monteiro. Seria o assassino do general Humberto Delgado? Era. Seguiu-se uma análise exaustiva de processos da PIDE, artigos de jornais e um relatório enviado a Salazar, e também de processos de militares, biografias e textos que revelam a forma de actuação do Estado Novo. Tudo isso permitiu-lhe contar-nos hoje a história do sádico que a PIDE escolheu para eliminar o homem que ousou enfrentar Salazar.

Carregue na foto seguinte para ler mais.

Deixar Comentário

Por favor faça Login/Registo para comentar este artigo.

comentários

Mais Dossiês





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.