Você está em: Homepage / Crónicas / Cristina Fernandes e Susana Casanova / Protocolo Multicultural: Rússia

Protocolo Multicultural: Rússia


A Federação Russa é o país com maior extensão territorial no mundo. Normalmente designada apenas por Rússia é, actualmente, uma das potências mundiais que integram os BRICS.
 
É o país alvo de menor optimismo dentro do contexto dos cinco BRICS pela baixa taxa de demografia, elevado índice de mortalidade, excessiva dependência de energia e matérias-primas e deficientes estruturas legais, além das consequências da vulnerabilidade dos preços do petróleo e gás natural, que frequentemente geram oscilações no equilíbrio da economia. Contudo, o seu potencial enquanto nação é incalculável.

Algumas características culturais e de natureza protocolar:

 
  • O poder político Russo é encarado pelos estrangeiros como autocrata e as suas estruturas políticas e partidárias nem sempre são totalmente compreendidas. Crê-se, igualmente, que ainda persistem hábitos culturais e políticos provenientes do antigo regime soviético. O poder público não facilita totalmente a instalação de multinacionais estrangeiras no país.
  •        
  • Essa autocracia verifica-se igualmente em ambiente empresarial, sendo o modelo dominante dos líderes russos. O processo de tomada de decisão é centralizado o que dificulta a negociação à distância e torna qualquer processo muito moroso. A delegação de poderes e tarefas ainda não é uma prática comum.
  •        
  • O crescimento da nação é entendido como necessário mas em consonância com valores do passado.
  •  
  • O potencial tecnológico do país, nomeadamente no que respeita à internet, é enorme, em parte como consequência de décadas de elevados padrões de educação em matemática e ciências. Aliás, a educação é um dos pontos fortes da Rússia (por exemplo face a outras nações integrantes dos BRICS).
  •    
  • Os Russos são profundamente colectivistas e a família continua a ser a célula fundamental.
  •    
  • O consumidor Russo, no entanto, é sofisticado e não facilmente impressionável: no estrangeiro adquire marcas de prestígio e qualidade.
  •    
  • Os Russos são muitíssimo orgulhosos do seu património cultural: arte, música, ballet, literatura, descobertas científicas. Estes serão sempre temas de conversa bem escolhidos.
  •    
  • A Praça Vermelha em Moscovo e o Museu Hermitage em São Petersburgo são as "meninas dos olhos" dos Russos.
  •    
  • Os Russos são, normalmente, desconfiados face aos estrangeiros em geral e temem sofrer invasões territoriais (o que poderá “justificar-se” pelo facto de fazer fronteira com 14 outros países).
  •    
  • Sabe-se que na presença de um Russo é de mau tom manter conversas sussurrando e que ter as mãos nos bolsos é um comportamento grosseiro.
  •   
  • A imagem (vestuário) é extraordinariamente importante para um homem de negócios Russo. Os Russos apreciam roupas de marca, acessórios caros, carros luxuosos... Pelo que terão dificuldade em aceitar negociar com alguém que se apresente de forma excessivamente modesta.
  •        
  • A pontualidade não é exactamente uma virtude detida por este povo.
  •    
  • Os homens Russos cumprimentam-se com dois beijos no rosto. Contudo em ambiente profissional com pessoas pouco conhecidas prevalece o aperto de mão. O contacto visual directo é muito apreciado em ambiente negocial mas, por exemplo, na rua, as pessoas não se olham directamente.
  •    
  • Os Russos apreciam muito tudo o que se relacione com tecnologia.
  •    
  • O sentido de humor Russo é famoso e far-se-á presente mesmo em reuniões de trabalho.
  •    
  • A utilização de títulos académicos e profissionais é muito importante e valorizada e é frequente que, em contexto mais formal, mesmo as pessoas que se relacionam diariamente se tratem pelo apelido e não pelo nome próprio.
Cristina Marques Fernandes
http://protocolopt.blogspot.com


Comentários

Outras Crónicas





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.