Você está em: Homepage / Arquivo / Ultima Hora / Dinheiro

Notícias » Dinheiro

Alterar tamanho de letra

Dinheiro

Trabalhadores de 10 empresas iniciam greve ao trabalho extraordinário

04-08-2012

1 de 1 notícias em Dinheiro

Os trabalhadores de dez empresas de vários sectores de actividade iniciam hoje uma greve às horas de trabalho extraordinário, por tempo indeterminado, contra a redução de 50% do valor pago, no âmbito do novo Código do Trabalho.

Por Lusa - Jornal de Negócios

Os trabalhadores da CMP - Cimentos Maceira e Pataias, da SECIL – Companhia Geral de Cal e Cimento, da Serlima Wash II, da Alstom, da Amcor, da Limpersado, da Lisnave e Lisnava Yards, da Portucel, Arboser, ATF, Headbox e EMA 21, da Sovena Consumer Goods, SA e da SOMINCOR Sociedade Mineira de Neves Corvo, têm um pré-aviso de greve por tempo indeterminado, até a administração das respectivas empresas desistir de alterar o valor do trabalho extraordinário.

De acordo com o novo Código do Trabalho, que entrou em vigor a 1 de Agosto, as horas extraordinárias são pagas pela metade. Na primeira hora extra, o valor a pagar terá um acréscimo de 25% (contra os anteriores 50%) e de 37,5% nas horas seguintes (contra os anteriores 70%).

Caso o trabalho suplementar seja realizado ao fim-de-semana ou feriado, o trabalhador ganha apenas 50%, contra os anteriores 100%. O trabalho extraordinário deixa também de dar direito a descanso compensatório o que, até ao dia 1 de Agosto, representava 25% de cada hora de trabalho suplementar (15 minutos).

Os trabalhadores das empresas acima referidas juntam-se assim aos funcionários da Refer que, na quarta-feira, se juntaram aos da CP - Comboios de Portugal numa greve às horas extraordinárias, em dia de descanso semanal e aos feriados, que deverá ter especial impacto no feriado de 15 de Agosto.

Os trabalhadores da CP têm um pré-aviso de greve até ao dia 31 de Agosto, enquanto os funcionários da Refer estarão em greve desde 1 de Agosto e até ao final de Setembro.

Também a Carris, Metropolitano, STCP e CP Carga entregaram o pré-aviso de greve às horas extraordinárias para 15 de Agosto.

Entretanto, os trabalhadores dos portos de Aveiro, Figueira da Foz, Setúbal, Sines, Viana do Castelo e Caniçal-Madeira, entregaram também o pré-aviso de greve às horas extraordinárias para o mesmo dia (15 de Agosto).

Comentários





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.