Você está em: Homepage / Arquivo / Ultima Hora / Dinheiro

Notícias » Dinheiro

Alterar tamanho de letra

Dinheiro

Pingo Doce encerra às 18h00

01-05-2012

1 de 1 notícias em Dinheiro

O Pingo Doce decidiu esta terça-feira antecipar para as 18h00 o encerramento de todas as lojas da marca, para poder escoar em segurança os muitos clientes que procuraram beneficiar de uma campanha de descontos.

Por Correio da Manhã

"Vamos fechar as lojas às 18h00 e não às 2000, como é normal, para podermos escoar em segurança os clientes, que são muitos, para até à hora de fecho da loja as pessoas poderem fazer os seus pagamentos e poderem sair", disse à Lusa fonte oficial da empresa. A mesma fonte salientou que o encerramento se estende à Madeira.Hoje, dia do Trabalhador, o Pingo Doce lançou uma campanha de vendas, com desconto de 50 por cento para clientes que adquiram mais de 100 euros de compras.  O Pingo Doce admite estar hoje a registar uma enorme afluência de clientes em todo o país e que algumas lojas encerraram pontualmente para repor produtos nas prateleiras ou para garantir a segurança das pessoas.  O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP), que se demarca dos incidentes, denunciou conflitos entre clientes, nomeadamente na loja da rua Carlos Mardel, em Lisboa, numa loja em Almada e na Quinta do Mocho, em Loures, que levaram, nalguns casos, à intervenção da polícia e ao encerramento de algumas lojas.A Polícia de Segurança Pública confirmou à Lusa o registo de alguns incidentes entre clientes em pontos de venda em Lisboa.  De acordo com o Pingo Doce, devido à adesão de clientes, a PSP tem tido "uma intervenção mais preventiva, para escoar trânsito e para o estacionamento". "Não houve detenções. São pequenas tensões em grandes aglomerados que acontecem quando se juntam muitas pessoas", disse.

Comentários





Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media, SGPS. Consulte as condições legais de utilização.